terça-feira , 16 Janeiro 2018

A DIFERENÇA ENTRE COMIDA DE VERDADE E A DE MENTIRA

A DIFERENÇA ENTRE  COMIDA DE VERDADE E A DE MENTIRA

dieta-saudavel2-1080x520

Você sabe a diferença de comida de verdade ou de mentira?

Em diversos lugares no mundo, sabemos que os costumes, valores e hábitos culturais ligados à alimentação são bastante variados. Cada país possui seu padrão alimentar estabelecido há anos e esse respeita a diversidade de nutrientes que nosso organismo precisa ao longo da vida. O padrão alimentar brasileiro por exemplo, é o famoso arroz e feijão, onde a proporção ideal de consumo é 3:1 (3 colheres de sopa de arroz para 1 colher de sopa de feijão) essa combinação junta fornece todos os aminoácidos necessários para darmos a esse padrão características de proteína de alto valor biológico.

Porém a constante mudança no paladar das pessoas e o crescente espaço do mercado produtor em alimentos industrializados, faz com que a comida classificada como de mentira tenha um espaço considerável na mesa do consumidor. Alimentos como macarrão instantâneo, molho de tomate pronto, lasanha congelada e filé de peito de frango ou peixe já temperado, são exemplos desses alimentos de mentira.

A maioria desses alimentos são ultra processados, é fácil perceber pela lista de ingredientes, você vai encontrar vários aditivos e substâncias que você nunca utilizaria na sua cozinha.

Exemplos de comida de verdade são macarrão, tomate pelado, mesmo o enlatado porque o tomate não deve conter nenhum tipo de aditivo, filé de peixe congelado e apenas o filé de peixe, sem temperos, frutas secas desde que seja um alimento minimamente processado e a fruta não tenha recebido adição de açúcar ou aditivos.

Uma alimentação de verdade se baseia em comida feita preferencialmente na cozinha, e passa longe dos alimentos ultra processados pela indústria. É por isso que saber cozinhar é uma ferramenta essencial para uma alimentação saudável. Se for comida de verdade, você pode usar sua criatividade e combinar sabores e aromas.

Diante dessa proposta, a preocupação não é se tem glúten ou não, e sim se é comida de verdade ou não. Se tem uma pessoa que tem uma intolerância ou uma alergia a determinado componente da alimentação, essa pessoa vai necessitar de um nutricionista que vai ajudá-lo a se alimentar corretamente. Mas se não faz parte do seu caso, comece a se preocupar em classificar sua alimentação em de verdade ou de mentira.

Procure sempre um profissional da área para ajustes individuais, em necessidades, porções, calorias diárias e oferta de suplementação, caso necessário.

A DIFERENÇA ENTRE COMIDA DE VERDADE E A DE MENTIRA

RECEITA : PEITO DE FRANGO COM FARINHA DE LINHAÇA DOURADA(CLIQUE AQUI)

 

Fonte:

Perez Neumann, Africa Isabel de la Cruz; Abreu, EdeliSimioni de; Torres, Elizabeth Aparecida Ferraz da Silva. Alimentos saudáveis, alimentos funcionais, fármaco alimentos, nutracêuticos…: Você já ouviu falar? / Healthyfoods, functionalfoods, pharmafoods, nutraceuticals. 4(71):19-23, abr. 2000.

Buss, Paulo Marchiori, and Alberto Pellegrini Filho. “A saúde e seus determinantes sociais.” Physis 17.1 (2007): 77-93.

Vargas, Vagner de Souza, and Rubens Caurio Lobato. “O desenvolvimento de práticas alimentares saudáveis uma estratégia de educação nutricional no ensino fundamental.” (2007).

da Silva Vargas, Izabel Cristina, et al. “Avaliação de programa de prevenção de obesidade em adolescentes de escolas públicas.” Revista de Saúde Pública 45.1 (2011): 59-68.

About Diana Tomasi Alves

Diana Tomasi Alves

Comecei a cursar nutrição em Florianópolis/SC, e ao longo do curso, o interesse em entender a fisiologia do corpo humano e a interação com essa ciência foi crescendo. Tive a oportunidade de terminar meu curso na cidade do Rio de Janeiro, onde prestei estágios em empresas relevantes da cidade e hospitais públicos.

Check Also

EMAGRECER COM UMA BOA ALIMENTAÇÃO

EMAGRECER COM UMA BOA ALIMENTAÇÃO A base de uma alimentação saudável , como descrito anteriormente nas …

Use a sua rede social para comentar

Deixe uma resposta